Obras | 03/04/2014

Prefeitura de Louveira acelera obras da construção da Nova ETA

Foto: Divulgação

A construção da nova estação de tratamento de água, que terá capacidade para tratar a água de 52 mil habitantes, está a todo vapor. Neste ano, a Prefeitura de Louveira acelerou as obras, que já estão em sua segunda etapa. Funcionários da empreiteira responsável pela construção já estão efetuando o tanque de contato, finalizando a casa das máquinas e construindo a estrutura para chegada de água bruta, o que deve ser concluído nos próximos meses. Grande parte da estrutura, formada pelo decantador, filtros e floculadores, já está concluída.

“A nova ETA terá capacidade nominal para tratar 200 litros de água por segundo, quantidade suficiente para atender a demanda da população louveirense pelos próximos 15 anos. Sua construção é uma das principais ações da Administração Municipal para solucionar a questão do tratamento e abastecimento de água em Louveira”, afirma o prefeito Junior Finamore. 

Além da estrutura planejada, há a possibilidade de ampliação da capacidade da nova ETA. Com isso, não será preciso construir outra estação de tratamento nova nas próximas décadas.

Funcionamento

A ETA foi dimensionada como sendo uma estação de tratamento de água do tipo convencional de ciclo completo - com processos de coagulação, floculação, sedimentação, filtração, desinfecção, fluoretação e correção final de PH (acidez) para evitar a corrosão das tubulações.

A água bruta será captada em uma caixa de chegada com dimensões de 2,20 metros de largura, 1,20 metros de comprimento e 2,40 metros de altura (elevatória de água bruta), e passará pelo processo de retirada de areia da água bruta. Depois será bombeada através de uma adutora de 400 mm para os módulos de floculação e decantação, e em seguida segue para o sistema de filtração para, enfim, chegar ao reservatório final.