Desenvolvimento Urbano | 07/08/2020

Prefeitura apresenta o projeto de revitalização do Deck dos Resedás

Prefeitura apresenta o projeto de revitalização do Deck dos Resedás

O local tradicional da cidade, o Deck dos Resedás, recebeu um projeto de modernização e completa revitalização em alvenaria, buscando maior segurança e conforto para o convívio social dos moradores e cidadãos em geral.

O novo Deck dos Resedás contará com a construção de 320,59 m³ de muro de arrimo em pedra e aterro de 684 m² para compatibilização do nível do muro com a Rua Nicola Tarallo, criando um grande calçadão, com guarda corpo e bancos, que deixarão ainda mais agradável a contemplação da vista privilegiada da Estação Ferroviária, Avenida José Niero e parte da cidade.
Muito mais seguro, o novo Deck dos Resedás ainda contará com total acessibilidade com rampas, novo projeto lumino técnico que contará com 10 postes e 54 luminárias LED tipo spot.

O novo projeto foi realizado devido á análise técnica que apontou que a antiga estrutura de madeira do deck estava danificada e podendo ser um risco à população. Após a retirada das madeiras, as selecionadas foram enviadas para serem reutilizadas no novo Parque do Monterrey, que está em construção.

Com um projeto moderno e ecologicamente adequado, o novo Deck dos Resedás será mais seguro e agradável para o convívio social e participação da população nas atrações da cidade como Carnaval e Desfile de 7 de Setembro, que são resgates da Prefeitura de Louveira desde 2013.

Estudo para vagas de veículos

Devido à obstrução dos postes de energia, à impossibilidade de estacionar na outra calçada, e para evitar o corte das árvores do local, o estudo realizado sobre vagas de estacionamento em 45º se tornou inviável, pois reduziria as quase 60 vagas atuais para somente 15 vagas de carro, 6 de motos, 1 para idoso e 4 para pessoas com necessidades especiais.

Portanto serão preservadas as atuais 52 vagas de carro, 15 de motos, 1 para veículo oficial, 1 para carro forte, 1 para idoso e 1 vaga para pessoas com necessidades especiais, e privilegiando o novo calçadão do Deck dos Resedás para o convívio social dos pedestres, inclusive em uma importante fomentação e atrativo ao comércio da região central da cidade.