Segurança | 13/11/2013

Operação Verão começa dia 1º de dezembro em Louveira

A Defesa Civil de Louveira realiza de dezembro a março a Operação Verão 2013/2014. A ação tem como principal objetivo prevenir e minimizar os efeitos gerados pelas chuvas fortes, que se tornam mais constantes nesta época do ano.

As consequências das chuvas torrenciais mais comuns são inundações, alagamentos, deslizamentos de terra, raios, vendavais, que podem causar à população danos físicos e materiais caso não haja um trabalho de conscientização do cidadão e remoção de famílias das áreas de risco.

Com isso, a Defesa Civil realiza um forte trabalho de orientação sobre como evitar os deslizamentos e se proteger dos raios e tempestades. “Trabalhamos principalmente com ações preventivas, acompanhando a previsão meteorológica, a medição dos índices pluviométricos e, principalmente, vistorias técnicas de campo em áreas de risco para remover os moradores das áreas em situação de risco iminente”, explica o chefe da Defesa Civil da cidade, Roberto Finamore. Segundo ele, todo o serviço preventivo é feito em articulação com secretarias municipais e estaduais e os órgãos de atendimento emergencial, como a Polícia Militar e Corpo de Bombeiros.

A Defesa Civil atua, sobretudo, em áreas habitadas, locais de circulação de pessoas e trânsito de veículos, assim como locais de criação e permanência de animais domésticos e de abate, evitando ou contendo possíveis transtornos.

Como evitar e agir em caso de...

... deslizamentos

Além de não construir próximo a barrancos, plantar granas ou capins nas encontas e não jogar lixo nelas, há outras orientações no sentido de se evitar os desmoronamentos. Verifique no terreno se árvores, postes ou muros estão com alguma inclinação anormal; observe também se há rachaduras, trincas ou saliências no chão ou nas paredes. Caso encontrar algum indício de deslizamento, saia do local, procure abrigo e informe a Defesa Civil.

... inundações

Tenha um lugar seguro já determinado onde você e sua família possam se alojar em caso de inundação; coloque documentos e objetos de valor em sacos plásticos bem fechados e em local protegido; evite curtos-circuitos desconectando os aparelhos elétricos da tomada; retire os animais de estimação de casa em caso de possível inundação; feche as portas, janelas e registro de entrada de água.

Durante as enchentes, evite contato com a água, que pode estar contaminada; utilize botas de borracha; não tente atravessar de um lugar a outro durante as enxurradas; espere diminuir a intensidade da chuva antes de retornar até a sua casa.

Após as inundações, lave e desinfete os objetos que tiveram contato com a água; verifique se sua casa não corre risco de desabar – peça auxílio à Defesa Civil; não use equipamentos elétricos que tenham sido molhados.

...raios e tempestades

O calor e a umidade típicos do verão propiciam a formação dos raios e é exatamente nesta época do ano que aumenta o número de mortes causadas por este fenômeno. A Defesa Civil, informa e orienta a população sobre algumas das medidas que devem ser tomadas para se proteger da ação de raios, como:  abrigar-se em edificações como: prédio, casa e similares, evitando áreas que apresentam partes abertas; não ficar próximo a carros, tratores, motos ou bicicletas; não ficar perto de aparelhos elétricos, tais como telefone com fio ou celular conectado ao carregador; evitar o contato com água e metal, que são condutores de eletricidade. O cobre e o alumínio presentes nos postes atraem raios, então fique longe deles. Mesmo quando já encontrou um abrigo, é importante evitar a proximidade com esses elementos; ficar debaixo ou próximo de árvores é perigoso. O destino do raio é sempre a superfície (terra, concreto ou mar) e pode atingir quem estiver por perto.

Serviço:

Defesa Civil de Louveira

Rua Silvio Benvegnu, esquina com a Rua Gabriel Scocco, nº

  53

Bairro Santo Antônio

Telefones: (19) 3848.3097 ; (19) 9.97437308 ; Nextel ID 957*6529

E-mails: defesacivil@louveira.sp.gov.br ; defesacivillouveira@bol.com.br