Obras | 05/12/2013

Obras da Nova ETA prosseguem a todo vapor

Foto: Divulgação

Dentro do planejamento das obras da Nova Estação de Tratamento de Água, operários da empreiteira responsável concluíram no final de novembro a construção do decantador, filtros e floculadores. Finalizada a primeira etapa da obra, começaram na última semana os trabalhos de escavação para instalar a casa de bombas e o depósito de produtos químicos, que devem estar prontos no primeiro trimestre de 2014.

Após este procedimento, o próximo passo é a construção do tanque de chegada de água bruta, tanque de lodo e a casa de bombas, para depois dar início às instalações hidráulicas e  elétricas, montagem das bombas e a instalação de motores e equipamentos. 

A nova ETA terá capacidade nominal para tratar 200 litros de água por segundo, quantidade suficiente para atender a demanda de uma população da ordem de 52 mil habitantes , ou para os próximos 15 anos, conforme estimativa populacional. Sua construção é uma das principais ações da Administração Municipal para solucionar a questão do tratamento e abastecimento de água em Louveira.

Além da estrutura planejada, há a possibilidade futura de ampliação da capacidade da nova ETA. Com isso, não será preciso construir outra estação de tratamento nova nas próximas décadas.

Funcionamento

A ETA foi dimensionada como sendo uma estação de tratamento de água do tipo convencional de ciclo completo - com processos de coagulação, floculação, sedimentação, filtração, desinfecção, fluoretação e correção final de PH (acidez) para evitar a corrosão das tubulações.

A água bruta será captada em uma caixa de chegada com dimensões de 2,20 metros de largura, 1,20 metros de comprimento e 2,40 metros de altura (elevatória de água bruta), e passará pelo processo de retirada de areia da água bruta. Depois será bombeada através de uma adutora de 400 mm para os módulos de floculação e decantação, e em seguida segue para o sistema de filtração para, enfim, chegar ao reservatório final.