Gestão Ambiental | 27/05/2021

MEIO AMBIENTE - Louveira celebra Dia Nacional da Mata Atlântica e vai elaborar plano para conservar e recuperar áreas

Data é uma referência a 27 de maio de 1560, quando o Padre Anchieta assinou a Carta de São Vicente, documento no qual descreveu, pela primeira vez, a biodiversidade das florestas tropicais nas Américas

O Brasil comemora nesta segunda-feira (27) o Dia Nacional da Mata Atlântica.

A data é uma referência a 27 de maio de 1560, quando o Padre Anchieta assinou a Carta de São Vicente, documento no qual descreveu, pela primeira vez, a biodiversidade das florestas tropicais nas Américas.

Louveira está inserida no bioma Mata Atlântica.

No Estado de São Paulo estudos apontam que somente 7% da vegetação original, chamada de Primária, está preservada nas encostas litorâneas. No restante do Estado houve grande exploração por conta da época do plantio de café e cana-de-açúcar, entre outras culturas. Desse modo, toda vegetação existente é proveniente de reflorestamentos e pequenos fragmentados remanescentes.

Louveira, segundo estudo realizado pelo IAC em 2016, possui 15 fragmentos de vegetação importantes e que merecem atenção para sua sustentabilidade.

A Resolução SMA (Secretaria de Meio Ambiente do Estado de SP) nº 07, de 2017, em vigor em todo Estado de São Paulo, aponta que Louveira possui 21,9 % de cobertura vegetal, sendo considerada área prioritária para restauração da vegetação nativa.

A Secretaria de Gestão Ambiental, preocupada em preservar este remanescente de vegetação nativa em nosso Município, iniciará a elaboração do PMMA - Plano Municipal de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica, que objetiva principalmente preservar as áreas prioritárias estabelecidas em estudo dentro do nosso município e estabelecer regramento para a utilização sustentável dessas porções.  

CLIQUE AQUI para visitar a página do ICMBio sobre a Mata Atlântica.