Gestão Ambiental | 18/03/2022

MEIO AMBIENTE – Dia Internacional das Florestas é celebrado em 21 de março e chama atenção para a importância da preservação

No Brasil, a data deve ser vista como um importante alerta: um ano após atingir a maior derrubada da floresta amazônica em pelo menos 14 anos, o país caminha para um novo recorde negativo de desmatamento em 2022

 

Na próxima segunda-feira, 21 de março, o mundo celebra o Dia Internacional das Florestas. A data foi criada, em 1971, pela Organização das Nações Unidas (ONU) com objetivo de conscientizar a população sobre a necessidade de preservá-las.

Mas, no Brasil, não há muito o que se comemorar. Um ano após atingir a maior derrubada da floresta amazônica em pelo menos 14 anos, o país caminha para um novo recorde negativo de desmatamento em 2022. Apenas em fevereiro, foram destruídos 303 km² de mata nativa na Amazônia Legal, o que equivale ao tamanho de Fortaleza. Essa foi a maior área devastada no mês de fevereiro dos últimos 15 anos. Apenas em relação ao mesmo mês do ano passado, a destruição aumentou cerca de 70%.

De acordo com o Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), este é o segundo mês consecutivo de crescimento no desmatamento. Em janeiro, a derrubada da floresta foi 33% maior do que no ano passado. Os dados são do Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD) do Imazon, que monitora a Amazônia por imagens de satélites desde 2008.

Importância das florestas 

Responsáveis por abrigar uma grande biodiversidade e fundamentais para o planeta, as florestas são ricas em árvores e o habitat natural de incontáveis seres vivos.
 

Segundo a FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura), as florestas do mundo abrigam cerca de 80% da biodiversidade terrestre. A biodiversidade é a riqueza e a variedade do mundo natural, englobando todos os seres: plantas, animais e microrganismos, assim como as relações entre os ecossistemas, afetando a vida de todas as espécies existentes.
 

As florestas realizam a importante função de regulação do clima, pois pelo sistema de fotossíntese, absorvem o gás carbônico que eliminamos através da respiração e nas atividades humanas do cotidiano. 


A presença das árvores possui uma estreita relação com a água, pois elas funcionam como esponjas que abastecem as reservas subterrâneas. Se continuarmos no processo de devastação das áreas verdes do planeta, a carga de água dos rios que está relacionada à existência das florestas pode ficar comprometida.
 

Além disso, as raízes das árvores ajudam a evitar a erosão dos solos, sendo também fonte de alimentos, medicamentos e matérias-primas. De acordo com a FAO, mais de 1 bilhão de pessoas pelo mundo dependem diretamente das florestas para alimentação, abrigo, energia e renda.
 

Projeto Tabarana

Devido à importância das florestas e a sua relação com a água, a Prefeitura de Louveira lançou o Projeto Tabarana no dia 27 de novembro de 2021. O objetivo é despoluir o Rio Capivari no trecho que corta a cidade.
 

 Além disso, o projeto traz ações entre as secretarias para desenvolver e executar planos de ação e de conscientização da população sobre assuntos ambientais.
 

CLIQUE AQUI para conferir a matéria completa.

  

Faça a sua parte

 

Você pode colaborar para a preservação das florestas. Confira abaixo algumas dicas:

 

- Use produtos feitos de madeira de reflorestamento, que normalmente são identificadas com um selo ou certificado;

 

- Não coloque fogo em matas;

 

- Não jogue lixo no meio ambiente;

 

- Plante árvores

 

- Sempre dê prioridade aos papéis reciclados e recicláveis;

 

- Não fume ou jogue objetos em combustão em florestas ou áreas de mata;

 

- Converse com as crianças ao redor sobre a importância de cuidarmos bem das florestas.

 

Denuncie
Em caso de queimadas ou ações contra a preservação do meio ambiente, você pode denunciar nos canais abaixo:

 

Secretaria de Gestão Ambiental - Telefone: (19) 3878-9902 (horário comercial)

 

Guarda Municipal - Telefones: 153 ou (19) 3848-1512.