Gestão Ambiental | 01/04/2016

Louveira sedia palestra sobre gestão ambiental

gestao

A atual administração sempre teve uma preocupação especial com meio ambiente, por isso, viabilizou diversos projetos atrelados ao crescimento da área verde em Louveira. Exemplo disso é o Programa Municipal de Incentivo à Fruticultura (Promif), e o IPTU Verde, já valendo na cidade. Por esses motivos de reconhecimento, o Ministério do Meio Ambiente escolheu a cidade para ser sede de um workshop de atitudes sustentáveis dentro e fora do Paço Municipal e dos prédios públicos. O encontro aconteceu na Fazenda Santo Antônio, na última terça-feira, 29.

Nesse workshop participaram as cidades que compõem o Circuito das Frutas. O palestrante apresentou aos convidados uma ‘agenda municipal de sustentabilidade’ que consiste em, aos poucos, mudar os hábitos das prefeituras e, consequentemente, servir de exemplo para a população.

A mudança começa pelo poder público. Um dos exemplos citados, é que a Prefeitura incentive e compre papel reciclado para os serviços de escritório, atitudes que, em longo prazo, ajudam a natureza, além de não gerar custos para a administração. O ‘papa óleo’, é um projeto que funciona em São Bernardo do Campo, onde a população troca o óleo usado de cozinha, por sabão em pedra. Atitudes pequenas, que não geram custos e preservam a natureza.

Outra atitude apresentada foi a criação de um ‘Manual de Obras Públicas Sustentáveis’, assim todas as empresas que participarem de licitações para alguma obra do órgão público, terão que se adequar ao manual, que consiste em ações sustentáveis, como as torneiras que reduzem o desperdício e lâmpadas mais econômicas