Saúde | 24/01/2013

Louveira participa do Programa Primeiríssima Infância

Jasso / PML

Representantes de Louveira prestigiaram na manhã desta quarta-feira (23 de janeiro), o evento de apresentação do Programa Primeiríssima Infância aos novos gestores públicos das cidades que compreendem o CGR - Colegiado de Gestão Regional de Saúde (Cabreúva, Campo Limpo Paulista, Itatiba, Itupeva, Jarinu, Jundiaí, Louveira, Morungaba e Várzea Paulista). Em nome do prefeito Municipal Junior Finamore, participaram da cerimônia a vice-prefeita, Neusa Orestes, a primeira-dama, Marlene Montelato Finamore, a secretária de Saúde, Pamela Mango, a secretária de Educação, Letícia Serpa, o secretário de Assistência Social, Rogério Paulo Serrado da Silva Nóbrega, além das profissionais da Saúde de Louveira Lenita Scaramboni e Hebe Zanini - articuladoras do programa no município.

Criado em 2008 pela Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, em parceria com a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, o Programa Primeiríssima Infância é dedicado a ajudar as comunidades no desafio de oferecer o melhor às suas crianças e tem como objetivo apoiar as boas práticas promotoras do desenvolvimento nesta etapa da vida. O programa busca mobilizar a comunidade para priorizar e qualificar a atenção às gestantes e às crianças de até três anos.  Em Louveira, o ‘Primeiríssima Infância’ teve início em abril do ano passado, quando foi feito o convite pelo CGR, e está em desenvolvimento com uma equipe de profissionais, sob a coordenação da médica Lenita Sacaramboni. Ao todo, são 40 profissionais de todas as secretarias envolvidas com o projeto, que foram capacitados para atender a demanda dos pais e bebês da cidade. Como base da dimensão deste programa em Louveira, só na Semana do Bebê, organizada em novembro do ano passado, 1.443 pais e crianças de 0 a 3 anos participaram de palestras para gestantes, aulas sobre alimentação, oficinas de como aplicar massagens em bebês e sobre desenvolvimento psicomotor, entre outros temas. Desta quantidade, 1.119 corresponde ao número de bebês e crianças, e os outros 324 formavam o grupo dos pais.

Para o êxito do programa da Primeiríssima Infância, é necessário o apoio e envolvimento das secretarias municipais de Saúde, Educação e Assistência Social, como ressalta a secretária Municipal de Saúde, Pâmela Mango. “É um trabalho conjunto dos diversos setores e da comunidade visando uma política pública eficaz, para que as crianças de zero a três anos recebam a atenção e o cuidado necessários para o seu desenvolvimento pleno”, disse.     

De acordo com a professora e primeira-dama, Marlene Montelato Finamore, a primeiríssima infância “é a fase de maior fragilidade, que demanda proteção especial e um ambiente seguro, acolhedor e estimulante”, disse. “Crianças com pouco estímulo, educação e nutrição deficientes em seus primeiros anos de vida tem maior probabilidade de ter seu desenvolvimento prejudicado, por isso é de grande importância este projeto”, explica Marlene.

Ações para 2013

Dentre as ações previstas para o programa em 2013, está o fortalecimento do Comitê Regional e o fortalecimento dos Comitês Municipais e articulações locais. Também acontecerá a 2ª semana do Bebê Regional e a Oficina de Apoio Técnico.

Na área de capacitação serão realizados cursos com os temas: Grupo de Famílias de Gestantes e Crianças de 0 a 3 anos (março); Trabalho em Rede (junho); Parto (setembro); Educação Infantil (fevereiro); e Puerpério (março).