Saúde | 30/11/2022

Louveira intensifica ações de prevenção contra Covid-19 e incentiva vacinação

Há doses disponíveis de vacina contra Covid-19 em todas UBSs, de segunda a sexta, das 8h às 15h.

A Prefeitura de Louveira, por meio da Secretaria de Saúde, intensifica as ações de prevenção e monitoramento contra o Covid-19 devido ao aumento no número de casos em todo o Brasil, principalmente através do incentivo a vacinação. Em Louveira há doses disponíveis de vacina contra Covid-19 em todas Unidades Básicas de Saúde (UBS), para todas as faixas etárias a partir dos 3 anos, de segunda a sexta, das 8h às 15h.  

“Com a nova fase da pandemia, estamos trabalhando para intensificar todos os métodos de prevenção para que Louveira fique segura e tenha tranquilidade, em especial neste final de ano”, afirma o prefeito Estanislau Steck.

Além disso, as UBSs também abrem aos finais de semana para ampliar o acesso à vacinação. Não é necessário agendamento, apenas comparecer ao local portando documento oficial com foto e comprovantes de doses anteriores, se possuir.

Em paralelo a intensificação das medidas protetivas, na última segunda-feira (28), Louveira retomou com a obrigatoriedade do uso de máscaras em locais fechados (incluindo transporte público) e nas unidades educacionais da cidade, incluindo municipal, estadual e particular, com recomendação forte também para uso em locais abertos assim como evitar aglomerações.

Em caso de pessoas com sintomas leves, é possível procurar as UBSs, das 8h às 15h, para realizar os testes. O PA Santo Antônio e a Santa Casa também estão realizando os testes. Os casos leves testados nas UBSs, se necessário for, serão encaminhados para a Santa Casa.

CLIQUE AQUI para ter acesso ao endereço e contato de todas UBSs.

As coberturas vacinais de esquemas básicos (primeira e segunda dose) da covid-19 em Louveira foram atingidas na faixa etária de maiores de 12 anos, mas as coberturas vacinais de crianças de 3 a 11 anos e também das doses adicionais para maiores de 12 anos ainda não foram atingidas. Atualmente, no esquema vacinal, 66% de crianças de 3 a 11 anos já tomaram a primeira dose, enquanto 51% tomaram a segunda. Dentro da faixa etária de 12 anos ou mais, a meta já foi atingida e 67,5% tomou a dose adicional. Dos moradores com 18 anos ou mais, 27% já tomara a segunda dose adicional.

“É necessário aplicar a dose de reforço, além dos esquemas básicos, para que o organismo esteja preparado para se defender do Covid e principalmente de novas variantes. Estudos mostram que a estratégia de reforçar o calendário vacinal contra o coronavírus aumenta em mais de cinco vezes a imunidade”. disse a Secretária de Saúde Márcia Bevilacqua.

Confira os grupos em fase de vacinação:

Primeira dose

- A partir de 3 anos.

- Crianças com comorbidade ou deficiência de 6 meses a 2 anos.

Segunda dose

- Crianças de 5 a 11 anos: 8 semanas após a aplicação da primeira dose da Pfizer pediátrica.

- Crianças de 5 a 11 anos: 28 dias após a aplicação da primeira dose da CoronaVac.

- Maiores de 18 anos que tomaram a primeira dose da Pfizer há no mínimo 21 dias.

- De 12 a 17 anos que tomaram a primeira dose da Pfizer há no mínimo 8 semanas.

- Maiores de 18 anos que tomaram a primeira dose da AstraZeneca há 8 semanas.

- Maiores de 18 anos que tomaram a primeira dose de CoronaVac há no mínimo 28 dias.

 

Terceira dose

- Maiores de 18 anos que tomaram a segunda dose de AstraZeneca, CoronaVac e Pfizer há no mínimo 4 meses.

- Maiores de 18 anos que tomaram dose única da Janssen há no mínimo 2 meses.

- Adolescentes de 12 a 17 anos que tomaram segunda dose há no mínimo 4 meses.

 

Quarta dose

- Moradores com idade a partir de 18 anos que tomaram a terceira dose há no mínimo 4 meses.

 

Quinta dose

- Imunossuprimidos.

- Maiores de 18 anos que tomaram esquema primário com Janssen (DU).