Água e Esgoto | 31/10/2023

Louveira avança em saneamento com obras para aprimoramento na distribuição de água e rede de esgoto

​A Prefeitura segue com adequações em reservatórios de água, canalizações de trechos de córregos e construção de biodigestores para ampliar rede de esgoto

O saneamento básico em Louveira tem avançado a partir dos investimentos da Prefeitura, por meio da Secretaria de Água e Esgoto, e que tem por objetivo promover o avanço estrutural das redes e otimizar os serviços de abastecimento à população. Entre elas estão obras nos reservatórios para setorização do sistema de distribuição de água, construção de biodigestores para aprimorar o sistema de esgotamento sanitário, canalização de trechos dos córregos, e sempre considerando a sustentabilidade das ações para preservar o meio ambiente.

Com o propósito de sanear integralmente e de forma ambientalmente adequada as propriedades rurais, a Prefeitura segue com a construção de biodigestores para levar o esgotamento sanitário à propriedades que atualmente não são saneadas. Neste sentido, em uma ação intensiva de visitas técnicas, cadastro das áreas e levantamento topográfico, a Prefeitura anunciou a existência deste tipo de situação na bacia do Córrego Fetá, em que as propriedades visitadas não são atendidas pela rede coletora de esgoto e possuem modelos primitivos de destinação final de efluentes domésticos, popularmente chamados de fossa rudimentar.

A construção dos biodigestores, portanto, atende as áreas rurais cadastradas no Promif (Programa Municipal de Incentivo a Fruticultura) e será um grande avanço contribuindo também para a descontaminação do lençol freático.

Com relação ao aprimoramento do sistema de abastecimento de água em Louveira, a Prefeitura segue em fase de conclusão das novas ligações domiciliares para setorização do Sistema de Abastecimento de Água do Reservatório Bandeirantes, Sagrado Coração e Vera Cruz, que abastece a região central da cidade. Por meio da operação, a Prefeitura garante um maior controle da distribuição e pressão da água, atendendo melhor todos os munícipes e bairros da cidade.

Com a obra finalizada, será possível controlar a pressão da água de forma mais eficaz, garantindo que ela seja mantida dentro dos limites adequados. Do contrário, as pressões excessivamente altas ou baixas podem causar problemas nas tubulações e prejudicar o desempenho do sistema. A setorização permite também identificar vazamentos mais rapidamente, facilitando o isolamento de parte do sistema para manutenção e reparos, o ajudando a reduzir as perdas de água não contabilizadas.