Gestão Ambiental | 04/09/2013

Gestão Ambiental de Louveira age a tempo e contém poluição do Córrego Sapezal

Foto: Divulgação

Técnicos da Secretaria de Gestão Ambiental atenderam, no dia 28 de agosto, a denúncias sobre a poluição do córrego Sapezal, próximo ao bairro da Estiva. Ao chegarem ao local, os técnicos constataram uma substância com coloração leitosa e odor característico de cosméticos. 

Ao perceberem a gravidade da situação, eles acionaram o apoio da Cetesb Campinas e da Guarda Municipal, que, juntamente à Secretaria de Gestão Ambiental, efetuaram a fiscalização em uma fabricante de cosméticos, localizada próxima ao córrego.

Após a vistoria, foi confirmada a responsabilidade da empresa pelo despejo dos resíduos da Estação de Tratamento de Efluentes diretamente no corpo hídrico. Segundo a apuração, o derramamento foi causado devido a falhas no sistema de tratamento. Em seguida, a Cetesb lavrou o auto de inspeção para tomar as devidas providências.

O córrego Sapezal, afluente do Rio Capivari, é amplamente utilizado para fins de abastecimento público da cidade de Campinas. Portanto, o pronto atendimento dos órgãos competentes evitou a interrupção do fornecimento de água a milhares de pessoas.