Fumhab - Habitação | 31/01/2022

ESTADO DE ATENÇÃO - Prefeitura de Louveira retira nove famílias de áreas de risco no bairro Leitão/Fepasa

Os cerca de 25 moradores foram alocados em um abrigo emergencial provisório; famílias estão sendo assistidas pela FumHab e pela Secretaria de Assistência Social

Chuva bairro Leitão 2022

Nove famílias foram removidas de uma área de risco no bairro Leitão/Fepasa, em Louveira, no último domingo (30). A ação emergencial foi realizada pela Prefeitura em decorrência do grande volume de chuvas registrado desde o último sábado (29), que colocou a cidade em Estado de Atenção. 

Em reunião com a Fundação Municipal de Habitação (FumHab) e a Secretaria de Assistência Social (foto), os cerca de 25 moradores concordaram em deixar as residências para permanecer em um local mais seguro durante o período de chuvas. As famílias foram alocadas em um abrigo emergencial provisório, instalado na antiga Estância São Gabriel, no bairro Ponte Preta. 

De acordo com informações da Defesa Civil, o acumulado de chuvas nas últimas 72h é de 220mm. 

Desabamento

Entre as nove famílias acolhidas pela Prefeitura, está a que vivia em uma residência que desabou no último sábado (29) no bairro Leitão/Fepasa. As nove pessoas que moravam no local, 2 adultos e 7 menores, foram acolhidas pela Secretaria de Assistência Social e instaladas provisoriamente na Casa de Passagem. Ninguém se feriu. 
Nesta segunda-feira (31), eles serão transferidos para o abrigo da Estância São Gabriel. 

Assentamento precário

A região do bairro Leitão/Fepasa é uma das áreas de assentamento precário que estão sendo monitoradas pela Prefeitura de Louveira desde o início de 2021. Em outubro, a empresa InCidade iniciou o mapeamento e análise de risco e precariedade das residências instaladas no local. O trabalho integra o planejamento para criação da Política Municipal de Habitação, a Fundação Municipal de Habitação de Louveira (FumHab).