Governo | 04/07/2022

DESTAQUE - Louveira é a 12ª melhor cidade de pequeno porte do Brasil, segundo ranking Austin Rating/Isto É

Estudo avalia indicadores como educação, saúde, desenvolvimento humano, mercado de trabalho, qualidade de vida e responsabilidade social

Louveira é a 12º melhor cidade de pequeno porte para se viver no Brasil, segundo estudo feito pela consultoria Austin Rating em todos os 5.565 municípios do País.

O resultado foi publicado no Anuário Melhores Cidades do Brasil, divulgado no último dia 24 de junho, com 158 páginas e publicado pela revista de circulação nacional “Isto É”.

Elaborado pela Austin Rating, em parceria com a Editora Três, o estudo considerou 281 indicadores relacionados às áreas social, econômica, fiscal e digital em todas as prefeituras.

A análise dividiu os municípios brasileiros em três grupos, de acordo com a população: municípios de grande, médio e pequeno porte.

O ranking avalia indicadores subdivididos nas seguintes categorias:

- Educação

- Saúde

- Desenvolvimento humano

- Mercado de trabalho

- Qualidade de vida

- Responsabilidade social

- Capacidade de arrecadação

- Execução do orçamento

- Capacidade de pagamento

- Comércio exterior

- Atenção ao jovem

- Habitação

- Mobilidade digital

- Acesso digital ao conhecimento.

“Esse estudo é amplo e retrata de forma detalhada os diferentes aspectos do município. A posição de destaque de Louveira é fruto de um trabalho importante da gestão pública, mas também da participação efetiva de toda a população na construção, dia após dia, de uma cidade melhor para todos nós”, disse o prefeito de Louveira, Estanislau Steck.

Entre as cidades de pequeno porte, as nove primeiras colocadas na lista são do Sul do País. Timbó (SC) lidera o ranking, seguida por Carlos Barbosa (RS) e Pomerode (SC). NA classificação geral, que também considera as médias e grandes cidades, Joinville, também em Santa Catarina, é a primeira colocada.

A Editora Três, que elaborou o estudo em parceria com a Agência de Classificação de Risco de Crédito Austin Rating, informou, na publicação, que “o Anuário As Melhores Cidades do Brasil é produto do mapeamento e classificação do nível de desenvolvimento dos municípios, hierarquizados pelos critérios qualitativo e quantitativo. É uma forma, também, de a aniversariante homenagear prefeitas, prefeitos e populações dos quatro cantos do Brasil, que, além do trabalho cotidiano, tiveram de lutar recentemente contra uma inesperada e devastadora pandemia. Se, de forma macro e global, vemos o quanto o caminhar para frente na área econômica faz-se vital para uma nação, é nas cidades – nas capitais e no interior – que a necessidade de planejamento e desenvolvimento nesse setor se torna ainda mais visível. Nos municípios – de grande, médio ou pequeno porte -, prefeitas e prefeitos, cidadãs e cidadãos se encontram nas ruas, param, cumprimentam-se e conversam informalmente a respeito de conquistas e mazelas. A homenagem é justa e merecida a mandatárias e mandatários municipais que estão a entregar a seus moradores bons sistemas de transporte, saneamento básico, saúde, educação, lazer, preservação do meio ambiente, cultura, ferramentas digitais, creches e tantas outras demandas. Nesse contexto, o Anuário As Melhores Cidades do Brasil é um completo manual para o conhecimento da importância de nossos municípios e, sobretudo, um rico e detalhado guia da cidadania.”

O ranking: