Segurança | 06/11/2023

Defesa Civil de Louveira participa de treinamento para Operação Chuvas de Verão 2023/2024

A capacitação com os agentes aconteceu na última terça (31) e quarta-feira (1)

Na última semana, a Prefeitura de Louveira, por meio da Defesa Civil da Secretaria de Segurança, participou do treinamento para a Operação Chuvas de Verão 2023/2024, que inicia em 1º de dezembro, ministrado pela Diretoria de Ensino da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil do Estado de São Paulo. A capacitação com os agentes aconteceu na última terça (31) e quarta-feira (1). 

O treinamento foi realizado na Faculdade Municipal Prof. Franco Montoro, na cidade de Mogi Guaçu/SP. Estiveram presentes mais de 30 cidades da regional de Campinas, além de cidades de outras regionais de São Paulo. De Louveira, participaram do treinamento os agentes Garcia e Jailson da Defesa Civil de Louveira e as agentes da Secretaria de Saúde, Thereza e Mônica.

No primeiro dia, os agentes tiveram palestras sobre Avaliação de Risco: que é um processo sistemático que visa identificar e analisar os perigos, vulnerabilidades e ameaças que uma comunidade, região ou localidade enfrenta em relação a desastres naturais, tecnológicos ou outros eventos adversos, pelo Eduardo de Andrade, especialista ambiental do Instituto Pesquisas Ambientais – IPA; Transformação do clima: mudança climática nas últimas décadas e o impacto ambiental delas pelo meteorologista do Climatempo, Willian Bini e por fim o Prof. Irineu Brito, falou sobre a Logística em Operações Humanitárias e a Criação de Abrigos Humanitários.

Já no segundo dia, o Capitão da Defesa Civil Estadual, Fiorentini, ministrou também sobre a Logística nas operações humanitárias, falando dos materiais e das formas de solicitar este apoio ao governo do estado nas situações de anormalidade, descrevendo ainda sobre as regras para criação dos abrigos nos casos de desastres e quem são os órgãos municipais responsáveis pela organização destes abrigos. Em seguida, a cabo Lira palestrou sobre a legislação que trata do decreto da situação de emergência e do estado de calamidade, sobre o uso do sistema S2iD, por onde o município requer apoio do governo federal nas situações de anormalidade. 

Já o professor e médico veterinário Dr Leonardo falou sobre o resgate e atendimento técnico de animais em situações de desastre. Essas atividades visam garantir a segurança e o bem-estar dos animais, que podem ser domésticos, de produção, selvagens ou de zoológicos, durante e após desastres naturais, como inundações, incêndios florestais, terremotos, furacões e outros eventos adversos. O encerramento do dia contou com com um treinamento no qual todos os agentes foram em uma vistoria de campo em uma área suscetível a deslizamento, onde os agentes, após analisar o local, preencheram uma ficha onde definiram o grau de risco da região, para que após essa análise fosse proposta a melhor medida a ser adotada para a segurança dos moradores.

A Defesa Civil trabalha na prevenção. Toda a cidade foi mapeada pelo Instituto de Pesquisa Tecnologicas – IPT, sendo assim, é possível identificar os pontos suscetíveis a deslizamentos e inundações, onde são solicitados serviços como limpeza de córregos e rios, limpeza de galerias de águas pluviais, verificação do sistema de micro e macrodrenagem, construção de muros de contenção e outras ações que a Defesa Civil entenda ser necessária para o período de chuvas mais intensas. Além disso, a Unidade do Corpo de Bombeiros, instalada no município no início do ano, tem como atribuição a busca e salvamento de pessoas vítimas de deslizamentos e inundações.

A Defesa Civil alerta que as operações também necessitam da ajuda da população, principalmente em situações de chuvas e raios onde é de extrema importância que os moradores tenham clareza dos riscos. 

Em caso de emergência é possível entrar em contato com a Defesa Civil de Louveira através do número (19) 3848-3097 ou 193 para o Corpo de Bombeiros.