Saúde | 07/12/2023

Com objetivo de fortalecer a saúde da região, Louveira sedia reunião da Comissão de Intergestores Regional

Com o objetivo de fortalecer a saúde da região, Louveira sedia nesta terça-feira (5) a reunião da Comissão de Intergestores Regional de Saúde (CIR). O evento contou com a presença do prefeito de Louveira, Estanislau Steck, da secretária de Saúde, Marcia Bevilacqua e de secretários de saúde das cidades de Jarinu, Jundiaí, Campo Limpo Paulista e Várzea Paulista. O evento também contou com a presença e apresentação da Diretora Técnica de Saúde do DRS-7 Campinas, Fernanda Penatti Ayres Vasconcelos.

Por ser um espaço de discussão e deliberação entre gestores, a CIR vem discutindo ativamente o processo de reorganização de serviços de saúde para a região. Através de Oficinas de Regionalização, discutem-se as necessidades dos municípios, intensificando as discussões acerca das responsabilidades Municipais e Estaduais para o atendimento das demandas de saúde. Além disso, um dos objetivos é organizar os serviços para o referenciamento de casos de maior complexidade, assim, é possível otimizar os recursos, ampliar o acesso dos pacientes, diminuir as desigualdades entre as cidades e aumentar a eficiência do gasto público.

A organização e mediação das reuniões da CIR é de responsabilidade do Departamento Regional de Saúde VII (DRS-7), localizada em Campinas, contando com a presença de secretários de Saúde da região.

No objetivo de facilitar o transporte dos pacientes de Louveira para serem atendidos em centros de referência de média e alta complexidade do Governo do Estado, a cidade conta com o serviço de transporte gratuito. Somente no primeiro trimestre de 2023 já atendeu mais de 12 mil pessoas. CLIQUE AQUI para saber mais. 

O Estado e o município possuem responsabilidades diferentes na área da saúde:

Municípios: garantir o acesso qualificado em atendimentos de baixa e baixa/média complexidade através das Unidades de Saúde com consultas e exames simples como ECG, exame laboratorial, consultas com especialistas  e exames de imagem de baixa e média complexidade como Radiografia e Ultrassonografia. Tem ainda a responsabilidade de encaminhar as solicitações de maior complexidade aos serviços de referência através de sistema padronizado pelo Estado (CROSS – Central Reguladora de Oferta de Serviços de Saúde do Estado) e acompanhar o caso, atualizando as informações regularmente ao serviço regulador.

Estado: garantir o acesso qualificado para os atendimentos de média e alta complexidade para realização de procedimentos cirúrgicos de qualquer área, exames de maior complexidade como Ressonância Magnética, Tomografia e Cateterismo Cardíaco e consultas mais especializadas como ortopedista de coluna, cirurgia infantil, oncologista e procedimentos especializados como aplicações oftalmológicas, radioterapia, quimioterapia e hemodiálise.