Saúde | 28/11/2022

Com alta nos casos da Covid, Louveira retoma por prevenção obrigatoriedade de máscaras em locais fechados e transporte público

Unidades Básicas de Saúde passam a realizar testes a moradores com sintomas leves; PA e Santa Casa continuam com atendimentos e testes; as avaliações da Comissão de Saúde estão sendo feitas diariamente; aumento do número de casos preocupa

Uso Obrigatório de Máscaras

A Prefeitura de Louveira, por meio da Secretaria de Saúde, reforçou, por prevenção, os alertas e medidas em razão do aumento do número de novos casos confirmados da Covid-19 por conta das novas variantes da Ômicron. A partir desta segunda, dia 28, Louveira retoma a obrigatoriedade do uso de máscaras em locais fechados (incluindo transporte público) e nas unidades educacionais da cidade, incluindo municipal, estadual e particular, com recomendação forte também para uso em locais abertos assim como evitar aglomerações. Somente na semana epidemiológica de 13 a 19 de novembro, foram registrados 301 casos, quase 3 vezes mais do que a semana anterior (124 casos) e muito superior ao início de novembro quando apenas 12 casos foram registrados em 7 dias. Em paralelo a isso, a Prefeitura já vem neste mês de novembro monitorando os casos e atuando para evitar um aumento ainda mais substancial e reforçando a importância da vacinação, que felizmente tem sido atendida pela população de Louveira. Em relação à vacinação, por exemplo, houve um aumento de 81,4% na semana passada comparado à semana anterior, confirmando a resposta positiva da população ao chamado da Prefeitura para completar o esquema vacinal. A Prefeitura também estabeleceu um novo padrão para os testes. A partir desta segunda, 28, as pessoas com sintomas leves podem procurar as Unidades Básicas de Saúde (UBS´s), das 8h00 às 15h00, para realizar os testes. O PA Santo Antônio e a Santa Casa também estão realizando os testes. Os casos leves testados nas UBS´s, se necessário for, serão encaminhados para a Santa Casa.

“É importante que todos cumpram o esquema vacinal. O uso de máscara, distanciamento e protocolos de higiene são instrumentos importantes para evitarmos a transmissão e disseminação fora do controle da doença. Felizmente, com a vacina, os casos mais graves são mínimos, mas temos que tomar todos os cuidados, sobretudo com as pessoas idosas e com comorbidades.”, afirmou o prefeito Estanislau Steck, lembrando também da importância da vacinação em crianças, já disponíveis nas UBS´s, inclusive para bebês acima de 6 meses até 2 anos com comorbidades.

Com esta nova decisão, eventos organizados pela Prefeitura estão sendo revisados e, se necessário, alguns serão suspensos ou adiados para outras datas futuras, com redução da capacidade de público interno. Esta ação não interfere nos eventos particulares que devem seguir o uso de máscaras em locais fechados e evitar aglomerações.

Em reunião realizada na sexta-feira (25), a Comissão Técnica da Secretaria de Saúde, ainda, intensificou as ações necessárias de monitoramento dos casos positivos na cidade. As UBSs estão preparadas para os testes que passam a serem realizados a partir desta segunda-feira, também para pessoas sintomáticas e casos leves, assim como a Santa Casa e o PA Santo Antônio. Também estão sendo monitorados e mantidos os estoques dos insumos, medicamentos e materiais necessários para os cuidados com as pessoas com a confirmação da doença.

Na sexta, dos 6 leitos exclusivos de Enfermaria COVID na Santa Casa, 3 estavam ocupados. Dos 3 leitos UTI Covid, um paciente estava internado.

A Secretaria da Saúde também reforça que o uso de máscaras é um elemento importante para todos, especialmente para aqueles com comorbidades ou pessoas idosas. Em locais abertos, é recomendado fortemente o uso de máscaras, principalmente em lugares que possam ter um número maior de pessoas. Locais fechados, incluindo transporte público e escolas, passam a ser obrigatórios a partir desta segunda, dia 28. 

“Estamos trabalhando intensamente para que a população de Louveira fique segura e tenha tranquilidade, em especial neste final de ano. Sabemos que os eventos familiares são realizados e que ficamos quase dois anos vivendo as fases mais agudas da doença. Porém, a Pandemia ainda não acabou e essa nova variante é muito contagiosa. Inclusive, com os impactos das sequelas, que são indetermináveis. Mas com o esquema vacinal completo e seguindo os protocolos sanitários, termos condições de conviver de forma controlada com essa nova fase da pandemia e, ao mesmo tempo, manter nossos compromissos familiares e profissionais sem prejudicar o outro e a nós mesmos”, afirma a Secretária de Saúde, Marcia Bevilacqua.

Serviço

- Uso obrigatório de máscaras em locais fechados (incluindo transporte público).

- Forte recomendação de uso de máscaras também em locais abertos

- Novos protocolos de testagem:

Todas as UBSs (sintomas leves)
Segunda a sexta
8h às 15h

P.A Santo Antônio e Santa Casa
24 horas